Sobre

Por que documentar?

Histórias podem mudar o mundo.
Ainda assim, há muitas histórias que não são contadas porque não há nome para elas, por causa de vergonha, e porque elas ficam escondidas embaixo da aceitação diária. Essas são as histórias da violência que mulheres e adolescentes enfrentam no mundo todo.



A violência também está acontecendo online. Casos de assédio online, perseguição pela internet, violação de privacidade e violência online contra grupos de pessoas por causa de gênero ou identidade sexual e política são crescentes. Muitas dessas experiências não são contadas nem documentadas. Sua invisibilidade e nossa aparente aceitação contaminam os espaços e as práticas online com uma cultura que parece disposta a tolerar atos de violência contra as mulheres.



Os esforços de monitoramento de governos de várias partes do mundo, com relação a casos de violência contra as mulheres, frequentemente omitem essas críticas e crescentes formas de violência. Sem documentação, permanecem não reconhecidas, excluídas ou pouco compreendidas no âmbito dos esforços coletivos para acabar com a persistente realidade da violência contra a mulher ao redor do mundo.



O chamado para documentar é um chamado para dar testemunho. É para tornar o invisível visível. A Campanha Dominemos a Tecnologia! (em inglês, Take Back the Tech!) convoca mulheres e adolescentes para adquirir controle da tecnologia visando contar as nossas próprias histórias, criar nossos próprios depoimentos, nos representar e moldar as nossas narrativas sobre a violência enfrentada por mulheres e adolescentes no mundo todo.



É para exigir que o mundo veja o que ele não quer ver, ou só quer ver através das lentes do sensacionalismo ou horripilante. E para responsabilizar as testemunhas pela criação de um mundo onde a violência contra as mulheres é perpetuada.



Estamos conclamando por conexões, entre mulheres que pensam que suas histórias são casos isolados, insignificantes ou anormais, para verem um retrato global da violência que mulheres ao redor do mundo estão enfrentando, simplesmente porque somos mulheres, e que cada história importa. Porque cada história é parte de um todo que nós criamos juntos, como pessoas que veem, que agem, que contam, que respondem, que reforçam, que subvertem, que contrariam, que transformam.



Esta iniciativa é sobre um modo feminista de conhecer, de representar, de dar testemunho. E sobre exigir e criar mudança.




Quem está por trás desta iniciativa?

Esta iniciativa de mapeamento é parte da Campanha Dominemos a Tecnologia! (em inglês
Take Back the Tech!). É um esforço de colaboração por parte de participantes de diferentes partes do mundo para documentar, contar nossas histórias e construir um corpo de evidência sobre a violência contra mulheres que ocorre online, ou por meio do uso das tecnologias de informação e comunicação, tais como telefones celulares e a internet.



As histórias serão usadas pelas participantes para advogar pelo reconhecimento e pela reparação de casos de violência contra mulheres, relacionados à tecnologia, nos níveis local, nacional e internacional. Elas também informarão esforços para fortalecer a capacidade de mulheres e meninas, de endereçar e lidar com a violência contra mulheres que elas enfrentam online, e o trabalho dos defensores dos direitos humanos das mulheres e dos ativistas de direito da internet com relação à violência contra mulheres.



Este mapa é uma iniciativa da Associação para o Progresso das Comunicações (Association for Progressive Communications), e é construído pelas seguintes organizações e coletividades: